logo dedcnova

logo sc sdc




Barragem de Botuverá deve garantir água potável e energia elétrica a municípios do Vale do Itajaí.

barragem
 
Na noite desta quarta-feira, 2, foi apresentado o anteprojeto da Barragem de Botuverá. O evento foi realizado na Associação Empresarial de Brusque. A construção da Barragem, em Botuverá tem como intuito, controlar cheias do Rio Itajaí Mirim, que automaticamente protege Brusque e Itajaí. Também será fundamental para o abastecimento animal e humano com água potável, até 2041. O benefício se estenderia aos municípios de Botuverá, Brusque, Itajaí e Balneário Camboriú.
 
O sistema de contenção poderá ser responsável pela produção de energia que poderá atender milhares de famílias do Vale do Itajaí. A capacidade estimada com a estrutura projetada seria de 1,65 Megawatts.

A estrutura terá capacidade para armazenar 15,7 milhões de metros cúbicos de água e será erguida a 15 km do centro do município. A expectativa é que a vazão máxima do Rio Itajaí Mirim, em Brusque seja reduzida de 720 m³/s. para 570m³/s. Isso quer dizer que se em 2011, durante a enchente o rio alcançou pico de 10,03 metros, baixaria para 8,75 metros.

Empresários dos Vale do Itajaí e lideranças políticas da região acompanharam a apresentação do anteprojeto da Barragem de Botuverá, considerada de médio porte e que terá três princípios básicos, que trarão benefícios a comunidade regional. Segundo o Secretário de Estado da Defesa Civil, Milton Hobus, a Barragem faz parte do projeto que começou com o Estudo da JICA, em 2009.

O sistema de prevenção anticheias vai oferecer ao Vale do Itajaí, oito barragens de contenção. Três estão em fase de estudos. Serão erguidas em Mirim Doce, Braço do Trombudo e Petrolândia, no Alto Vale do Itajaí. "Santa Catarina não pode mais sofrer com as enchentes. Ao longo dos anos temos visto cidades inteiras serem tomadas pelas águas. A Barragem de Botuverá, é de médio porte, mas vai transformar a região, sem falar no turismo que vai ampliar no município," disse Hobus.

A Barragem de Botuverá está orçada em R$ 115 milhões. Os recursos a serem investidos preveem todos os estudos de viabilidade da obra, ambientais, projeto básico, execução e desapropriações na área abrangida. O prazo para conclusão da estrutura é de 30 meses, o que quer dizer que até o final de 2016, a estrutura pode estar pronta para operar. A inauguração deve ocorrer, em fevereiro de 2017.

"Essa Barragem fará com que Botuverá abra as portas para todos os municípios da região. Todos ganham com isso. A transparência do projeto é que amplia a credibilidade", afirmou o prefeito de Botuverá, Nene Colombi.
 
Segundo os estudos feitos pela Empresa responsável pela apresentação do anteprojeto da Barragem de Botuverá, a área da bacia hidrográfica até o local definido para o barramento é de 630km².
 
O projeto prevê a construção em concreto compactado a rolo, com 37,6 metros de altura máxima. No entanto, a profundidade é de 16,6 metros com 3,5 km de extensão.
 
Programação de execução:
 
Engenharia: até março 2014.
 
Licenciamento Ambiental: até dezembro 2014.

Execução obra: início 2014/ fim 2016.

IMG 9012

 

 


© 2012 | Joomla - v2.5 | Todos os Direitos Reservados |