logo dedcnova

logo sc sdc




Antena do Radar Oeste em Chapecó é instalada

 

WhatsApp Image 2017-05-08 at 17.09.35

Fotos: Clair Bazi (Defesa Civil SC)

Pouco mais de uma semana, o radome ("bola branca em cima do prédio do radar") e a antena do Radar meteorológico Oeste em Chapecó foram instalados. O trabalho realizado pelos técnicos do Brasil, Alemanha e Irã terminou nesta segunda-feira (8). Assim que as peças chegaram na sede do radar no Loteamento Desbravador em Chapecó, no dia 28 de abril, os profissionais já iniciaram a montagem.

WhatsApp Image 2017-05-08 at 14.35.01

Próxima etapa

Agora, a próxima etapa acontece dentro do prédio para equipar o aparelho. O Coordenador Regional da Defesa Civil de SC, Clair Bazi, acompanha o trabalho de perto no local e explica. "Lá de cima da antena várias guias de onda (fios) descem até a sala de controle para se conectar aos processadores. Na sala de controle ficam os painéis de controle para processar as imagens que o radar vai captar e enviar aos monitores", comenta. A leitura das imagnes geradas pelo Radar Oeste será feita por profissionais em Florianópolis. 

O secretário de Estado da Defesa Civil, Rodrigo Moratelli, também comenta a complexidade da instalação do radar. "Se você mora em Chapecó, a instalação não se resume somente na antena do radar. Pelas ruas da cidade o Ciasc amplia a rede de fibra óptica até a obra e a Celesc trabalha na energia e iluminação", diz Moratelli. 

 

WhatsApp Image 2017-05-06 at 19.22.25

Ação conjunta de instituições para equipar o Radar Oeste

Para que as imagens possam ser acessadas, é necessário internet. Por isso o Centro de Informática e Automação do Estado de Santa Catarina S.A. (CIASC) trabalha nas ruas de Chapecó até a sede do Radar Oeste para levar cabos de fibra óptica. Ao todo são 12 km de expansão na rede óptica do Estado até o local. Além da internet, a rede de energia elétrica também é estendida pela Celesc. Ainda, simultaneamente à esse conjunto de ações, os operários trabalham obra da torre do radar para finalizar.

WhatsApp Image 2017-05-06 at 15.43.29

 O investimento do governo do Estado é de  R$ 2,3 milhões na obra e R$ 10,4 milhões no Radar meteorológico.  Quando estiver pronto para operar, o equipamento vai alcançar um raio de 200 km, cobrindo cerca de 42% do território catarinense. Junto com os radares do Vale (Lontras) e Sul (móvel) Santa Catarina terá 100 % de cobertura por radares meteorológicos.

Texto: Cleiton Ferrasso/ Ascom Defesa Civil SC


© 2012 | Joomla - v2.5 | Todos os Direitos Reservados |