logo dedcnova

logo sc sdc




Governador visita obras no Cigerd em Florianópolis

 

WhatsApp Image 2017-10-18 at 14.04.53

Foto: Cleiton Ferrasso/ Ascom SDC

O serviço gratuito de notificação de emergência via SMS da Defesa Civil, a construção do Centro Integrado de Gestão de Riscos e Desastres (Cigerd) e a unificação dos serviços e os radares meteorológicos foram alguns dos assuntos abordados pelo governador Raimundo Colombo e pelo secretário de Estado da Defesa Civil, Rodrigo Moratelli, durante coletiva de imprensa na manhã desta quarta-feira, 18, em Florianópolis.

“Santa Catarina evoluiu muito na área de Defesa Civil para proteger a população. Hoje temos a informação antecipada, com mais qualidade e condições de operar todos os nossos equipamentos, como as barragens e o serviço SMS. Podemos informar qual é o fenômeno climático que vai ocorrer e quais as providências que cada um de nós deve tomar. Isso é uma conquista extraordinária e transformadora. Santa Catarina está muito mais protegida”, explicou o governador.

visita as obras da secretaria de estado da defesa civil 20171018 1035631876

Foto: Jaqueline Noceti/Secom

Raimundo Colombo ressaltou que os investimentos na Defesa Civil chegam a R$ 1 bilhão, incluindo as barragens. Destacou que os três radares - em Lontras, Chapecó e Araranguá - atendem todo território catarinense, cobrindo 100% do estado com qualidade e precisão.

O governador falou ainda sobre a unificação das equipes para trabalhar no Cigerd quando o centro estiver concluído. "Sobre a Epagri/Ciram atuar neste espaço é uma questão administrativa, técnica e operacional. Todos os serviços precisam ser concentrados e se valer desta estrutura e tecnologia disponíveis. Nós estamos enviando para a Assembleia Legislativa um projeto de lei unificando todos os setores do governo para atuarem em conjunto nesta área", afirmou Colombo.

Com relação ao preenchimento de vagas para trabalhar no Cigerd, o governador disse que está criando algumas vagas por meio de concurso público. "Não são muitas vagas, mas são as necessárias para poder operar o sistema. Ainda em outubro, encaminharemos o projeto de lei", explicou.

Na ocasião, o governador visitou o Centro Integrado de Gerenciamento de Riscos e Desastres, estrutura que está em construção na Avenida Governador Ivo Silveira, e será a futura sede da Secretaria de Estado da Defesa Civil.  

O secretário Rodrigo Moratelli apresentou a obra. "O Cigerd é o coração de tudo que está sendo feito na Defesa Civil. As informações estarão aqui, e é daqui que sairão os alertas públicos e as operações coordenadas junto aos centros regionais. É preciso gerenciar em curto prazo as situações para evitar que uma crise se transforme em desastre”, explicou.

A previsão é que o Cigerd comece a operar a partir de janeiro e seja inaugurado entre fevereiro e março de 2018. Ele acrescentou que outros 20 centros regionais também estão em construção e devem ficar prontos até o final deste ano. O projeto faz parte do novo sistema de proteção e defesa civil, que conta com a ampliação da rede de radares meteorológicos em SC, plataformas de comunicação de desastres e novos centros de operação e gerenciamento de riscos.

Cigerd Florianópolis

O Centro Integrado de Gestão de Riscos e Desastres está em construção na Avenida Governador Ivo Silveira, 2320, na Capital, e é a base dos centros regionais. Ele deverá contar com diversos órgãos que atuam diretamente nos desastres. Todas as forças estarão reunidas num mesmo local para que as medidas sejam tomadas em conjunto e seja possível diminuir o tempo de resposta ao cidadão.

A estrutura vai contar com o Centro de Monitoramento e Alerta, Meteorologia, Sistema de Hidrometeorologia, Geologia, Mapeamento de Áreas de Risco, Planos de Contingência, Planos de Ações Emergenciais, Gestão de Crise e Respostas a Desastres.

Cigerd Regional

Ao todo, são 20 centros regionais estrategicamente distribuídos no estado. Eles vão funcionar praticamente como o Cigerd em Florianópolis, porém, num espaço menor e em abrangência local. Em caso de evento meteorológico adverso, o Cigerd Regional servirá de ponto de encontro para as autoridades tomarem as decisões e conversarem com a equipe em Florianópolis. Possui tecnologia de ponta (dado e voz) para os agentes se comunicarem direto com a base em Florianópolis através de videoconferência.

Cobertura por radares meteorológicos

A Secretaria de Estado da Defesa Civil está ampliando a cobertura meteorológica. O estado já conta com um radar em Lontras, inagurado em 2014, e um em Chapecó, entregue em 2017. A mais recente aquisição é o radar meteorológico móvel, que ficará em Araranguá, no Sul.

Os radares fixos abrangem um raio de 200km e podem chegar até 400km, no modo vigilância. Já o radar móvel atinge um raio de aproximadamente 100km. Com isso, Santa Catarina passa a ter 100% de cobertura meteorológica. No momento, o radar móvel está em Florianópolis aguardando a conclusão da infraestrutura em Araranguá.

Aviso por SMS

Recentemente, foi ampliado o serviço de notificação de emergência via SMS para todos os municípios de Santa Catarina. O projeto iniciou em fevereiro, como piloto, para 20 municípios. Agora, em 16 de outubro, o serviço estadualizou. Com uma mensagem de texto (SMS), a Defesa Civil avisa os moradores sobre riscos de desastres. O serviço não tem custo e, para aderir ao sistema, basta enviar um SMS com o número do CEP para 40199.

Todo esse sistema que está sendo implantado pela Defesa Civil em Santa Catarina possibilita o envio de notificação de emergência via SMS. 

 

Texto: Cleiton Ferrasso/ Ascom SDC e Elisabety Borghelotti/Secom 


© 2012 | Joomla - v2.5 | Todos os Direitos Reservados |