logo dedcnova

logo sc sdc




Serviço de alerta via SMS não será afetado pelo corte de gastos do governo federal na rede de monitoramento e alerta

 

E8iQ42Y0

 

A secretaria de Estado da Defesa Civil de Santa Catarina garante que o serviço de alerta de desastres via SMS não terá problemas com o corte da verba de manutenção da rede de radares e sensores do governo federal. O governo de Santa Catarina conta com um serviço de monitoramento independente, inclusive ampliou a cobertura meteorológica com três novos radares.

Uma reportagem veiculada nesta terça-feira, 19, mostrou que o serviço de alerta via SMS poderá ser prejudicado pela falta de recursos do governo federal destinado ao Centro Nacional de Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais (CEMADEN). Porém, o secretário de Estado da Defesa Civil, Rodrigo Moratelli, afirma que isso não afetará os catarinenses.

"Nosso sistema é próprio e financiado pelo Estado. Investimos recursos na compra e manutenção de três radares meteorológicos, estamos desenvolvendo ferramentas de modelagens atmosféricas para melhorar os alertas, está em fase de licitação a aquisição de uma antena para obtermos imagens de satélite em tempo real, também investimos na estrutura,como por exemplo, o Centro Integrado de Gerenciamento de Riscos e Desastres (CIGERD). Além disso, buscamos treinamentos e firmamos parcerias a nível internacional," ressalta o secretário de Defesa Civil.

O investimento que o governo do Estado tem realizado nos últimos anos na Defesa Civil SC garante o funcionamento dos equipamentos necessários para gerar alertas à população. Prova disso são os alertas via SMS, projeto que iniciou em Santa Catarina, deu resultados e serviu de exemplos ao país. Portanto, o sistema que está sendo criado aqui é igual ao dos melhores do mundo.


© 2012 | Joomla - v2.5 | Todos os Direitos Reservados |