logo dedcnova

logo sc sdc




Defesa Civil esclarece dúvidas no Alto Vale

Na manhã desta segunda-feira (09), no Centro Integrado de Gerenciamento de Riscos e Desastres (CIGERD) de Rio do Sul, o secretário de Estado da Defesa Civil, Rodrigo Moratelli promoveu uma conversa com jornalistas do Alto Vale do Itajaí. O objetivo foi apresentar a nova política de defesa civil colocada em prática em Santa Catarina e também esclarecer as dúvidas sobre os projetos de prevenção de cheias.

Moratelli apresentou o Pano Integrado de Prevenção e Mitigação de Desastre Naturais da Bacia Hidrográfica do Rio Itajaí (PPRD). O documento alinha as ações da Defesa Civil na Região. "Estamos em uma fase que o projeto ganhou maturidade mas temos que alinhar os movimentos sociais com os objetivos do projeto", destacou Moratelli.

IMG 55091

Um exemplo citado sobre as melhorias foi o canal extravasor de Salto Pilão. Com suas cinco comportas projetadas, o canal irá ajudar regular a vazão do rio pode e resultar em uma redução de 80 centímetros nas enchentes recorrentes. Já com as obras complementares a redução pode diminuir 2,10 metros em, Rio do Sul, e 2,70 em Lontras, resultado que é elevado com as barragens sobre elevadas, podendo chegar a 3,35 metros no encontro dos rios Itajaí do Sul e Oeste.

O projeto completo prevê sete barragens, duas elevações de barragens (já concluídas) e a intervenção na calha do rio reduzindo os reflexos de enchentes e enxurradas nos municípios do alto vale.

Moratelli também comentou que existe solução para as cheias, mas não se baseia apenas em obras, é todo um conjunto de ações, que vão desde alterações nos planos diretores, preservação de áreas de amortecimento, não ocupação de áreas de risco, entre outros. "É de extrema importância o envolvimento da comunidade para o andamento do projetos. Temos que unir a sociedade nos mais diferentes setores. É um desafio de todos e não apenas de um indivíduo", comentou.

O projeto de mitigação de desastres no Vale do rio Itajaí segue o cronograma de implantação que prevê a finalização de todas as etapas até 2029. "Nesse momento nosso objetivo é o licenciamento ambiental das obras de melhoramento fluvial que viabilizam a continuidade do projeto.


© 2012 | Joomla - v2.5 | Todos os Direitos Reservados |