logo dedcnova

logo sc sdc




Comitiva Japonesa visita o CIGERD

Nesta segunda-feira (04) representantes da Agencia Japonesa de Cooperação Internacional (JICA) visitaram o Centro Integrado de Gerenciamento de Riscos e Desastres de Santa Catarina (CIGERD). O objetivo foi conhecer a nova estrutura de proteção e defesa civil em operação no Estado e divulgar o novo projeto de cooperação para contramedidas de combate a desastres e deslizamentos.

Durante o encontro os japoneses percorreram as instalações do CIGERD e ficaram surpresos com o nível que Santa Catarina alcançou. "Nós iniciamos o projeto no início de 2015 e tecnicamente grande parte do que foi debatido entre os governos estadual e japonês foi implementado", destacou o secretário.

IMG 3534

Visita da comitiva nas instalações do CIGERD.

De acordo com o representante da JICA, Yutaro Tanaka, o CIGERD é uma instalação exemplar pela estrutura integrada. Ele completou ressaltando que o local permite a reunião de diversas secretarias e agências de governo todas debatendo sobre as medidas e intervenções que deve ser feitas em momentos de desastre. Tanaka comentou que no Japão existe o desafio da cultura vertical onde cada órgão atua sozinho. "Aqui pude perceber que a instalação favorece a integração e confesso que temos que aprender com vocês sobre isso", finalizou.

IMG 3658

Apresentação de projetos da Defesa Civil de SC.

Já em relação ao novo projeto, Moratelli comentou que faz parte da parceria que os governos brasileiro e catarinense  têm com a JICA e vem no sentido de complementar o projeto de gestão integrada de desastres que norteou toda a política de gerenciamento de riscos em Santa Catarina. Essa nova parceria inicia agora, sendo que o município piloto é Blumenau, mais especificamente a localidade da nova Rússia.

Em paralelo temos em andamento o projeto da bacia do Rio Itajaí de minimilização de efeitos da chuva. "O passado nos mostrou que temos problemas causados por inundações e deslizamentos, esse projeto tem como objetivo minimizar os efeitos em áreas ocupadas, corredor de serviços ou rotas de fuga", explicou Moratelli.

Na próxima terça-feira (05) a comitiva japonesa vai estar em Blumenau onde o novo projeto será apresentado.


© 2012 | Joomla - v2.5 | Todos os Direitos Reservados |