logo dedcnova

logo sc sdc




Defesa Civil busca solução para a maior barragem de contenção de cheias do Brasil

A Defesa Civil de Santa Catarina participou de uma reunião com as comunidades indígenas do entorno da Barragem de José Boiteux no dia 11 de maio passado. O objetivo foi discutir as ações realizadas e os próximos passos a serem dados em relação a normalização da operação da estrutura, levando-se em consideração as demandas locais.
O Chefe da Defesa Civil, João Batista Cordeiro Júnior, destacou que a conversa com Governo Federal para o repasse dos recursos necessários para as obras teve grandes avanços. "Nos últimos meses intensificamos as conversas com as comunidades indígenas e as tratativas junto ao Governo Federal", comentou. Ele considera que a reunião realizada com a comunidade foi fundamental. "Conseguimos olhar nos olhos das pessoas, escutar suas reivindicações e mostrar que juntos conseguiremos solucionar este impasse que se arrasta há décadas", disse João Batista.

IMG 7070

 

Reunião com as comunidades indígenas do entorno da Barragem. FOTO: Flávio Jr. DC SC

O Estado aguarda agora o repasse de R$ 20 milhões para as obras de recuperação dos comandos da Barragem. Para acelerar o início do estudo de impacto socioambiental, maior reivindicação dos indígenas, o Governo do Estado, através da Defesa Civil dará início ao processo para a contratação da empresa que fará o levantamento com recursos próprios.
Assim que o estudo seja iniciado pela empresa contratada e a União faça o repasse dos recursos para a manutenção da barragem, as obras da construção do canal extravasor, de manutenções e o cercamento de uma área de segurança operacional da Barragem serão iniciadas. "Percorremos toda a região com as lideranças indígenas para o reconhecimento do espaço que será isolado. O principal objetivo será ter mais segurança aos moradores das proximidades e durante a operação da Barragem", finalizou.
É importante destacar que a Barragem de José Boiteux pode ser operada de forma emergencial em caso de necessidade. A situação foi comprovada após testes operacionais realizados no mês de maio deste ano.
Concomitante a tudo isso, de acordo com o Chefe da Defesa Civil, a instituição já deu início ao cadastramento das famílias que residem no entorno da Barragem para traçar um Plano de Contingência que dê suporte as pessoas que ali residem, quando esta é operada.


© 2012 | Joomla - v2.5 | Todos os Direitos Reservados |