logo dedcnova

logo sc sdc




Defesa Civil entrega Cartas de Inundação para mais cinco municípios catarinenses

Na terça-feira (05) o Chefe da Defesa Civil de Santa Catarina, João Batista Cordeiro Júnior, realizou a entrega das Cartas de Inundação e Sistema de Previsão de Eventos Hidrológicos Críticos para mais cinco municípios da Grande Florianópolis e Litoral Sul de Santa Catarina.

Na solenidade, realizada no Centro Integrado de Gerenciamento de Riscos e Desastres de Tubarão, os documentos foram repassados para as cidades de Araranguá, Forquilhinha, Tubarão, São João Batista e Santo Amaro da Imperatriz. Os levantamentos hidrológicos são de fundamental importância no planejamento nas ações de proteção e defesa civil. No total serão contemplados 35 municípios, para isso a Defesa Civil Estadual investiu R$ 2,5 milhões.

A ação vai ajudar em políticas de prevenção nos municípios e também beneficiam no planejamento urbano dessas cidades. O documento busca instrumentalizar as Defesas Civis no controle e previsão de cheias e inundações. Da mesma forma, no apoio em operações e ações de proteção e defesa civil. As Cartas poderão ser utilizadas no mapeamento e análise de riscos hidrológicos, redes de monitoramento e alerta, e como ferramenta para o planejamento urbano dos municípios.

IMG 6626

Entrega realizada no CIGERD de Tubarão. Foto: Flávio Jr, Ascom DCSC.

O Chefe da Defesa Civil ressaltou que devido a localização, nosso Estado está sujeito a severos fenômenos da natureza. “As inundações e estiagens impactam diretamente em nossa sociedade e essas situações são agravadas pela ocupação desordenada”, comentou João Batista.

“Planejando as ações e buscando soluções definitivas estamos cada vez mais construindo um Estado resiliente”, finalizou.

Segundo o coordenador de monitoramento e alerta da Defesa Civil de Santa Catarina, Frederico Rudorff, o Estado percebeu a partir de 2008 a necessidade de investimentos nas áreas de prevenção e preparação de Desastres, e a situação vem mudando nos últimos anos. “Podemos minimizar os prejuízos com sistemas de alertas e gestão de cheias. A informação antecipada pode minimizar danos, prejuízos e preservar vidas. Assim preparamos a sociedade catarinense para eventos adversos”, completou.

Fotos da entrega dos produtos hidrológicos. Flávio Jr, Ascom DCSC.

IMG 6650

IMG 6653

IMG 6656

IMG 6663

IMG 6669

 


© 2012 | Joomla - v2.5 | Todos os Direitos Reservados |