Defesa Civil Divulga segunda edição do Boletim Hidrometeorológico Integrado de 2021.

Nesta quinta-feira (04) a Defesa Civil de Santa Catarina, em conjunto com a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Sustentável e entidades parceiras, divulgaram mais uma edição do Boletim Hidrometeorológico integrado. O documento busca apresentar as condições hidrológicas dos rios do Estado de Santa Catarina e avaliar os impactos de abastecimento urbano para todos os municípios do Estado.

De acordo com o documento, que pode ser encontrado na íntegra após o texto, na precipitação observada no mês de janeiro de 2021 podemos destacar o alto acumulado nas regiões da Grande Florianópolis, Vale do Itajaí e Litoral Norte, que em média foram superiores aos 300 milímetros. Apenas em Florianópolis o volume observado foi de 686 milímetros. Já no Oeste, Planaltos e Litoral Sul os acumulados variaram entre 150 e 300 milímetros.

O volume de chuva no mês de janeiro, em relação à média climatológica mensal, foram altos nas regiões entre a Grande Florianópolis e o Litoral Norte. É possível destacar o Litoral Norte com anomalias acima dos 500 milímetros. As demais regiões ficaram próximas da média climatológica, sendo que o Extremo Oeste apresentou até 60milímetros abaixo do esperado para o mês.

Nas regiões litorâneas e proximidades a chuva foi regular ao longo do mês de janeiro e isso se explica principalmente pelo maior aporte de umidade vindo do oceano para essas áreas. Nos Planaltos e no Oeste foram até 26 dias sem o registro de chuva, sendo a mais irregular o Extremo Oeste.

Dentre os 295 municípios de Santa Catarina, 230 estão em condição normal de abastecimento, 26 em Atenção, 21 em Alerta e 02 em estado Crítico. Atualmente os municípios mais atingidos pela estiagem são Monte Carlo e Zortéa.

Confira o Boletim na íntegra: