Segue acelerada a operação de apoio aos municípios atingidos pelas chuvas

Reunião em Laguna para definição de ações. Foto: Divulgação.

O atendimento nas áreas atingidas pelas tempestades nesta semana segue acelerado pelas equipes do Governo do Estado. Até o momento 23 municípios relataram ocorrências em função das fortes chuvas. São eles: Balneário Gaivota, Brusque, Camboriú, Canelinha, Criciúma, Cocal do Sul, Guaraciaba, Gravatal, Içara, Imbituba, Imaruí, Itajaí, Jaguaruna, Laguna, Luiz Alves, Morro da Fumaça, Nova Veneza, Penha, Santa Rosa Do Sul, Tubarão, Timbó e Timbé do Sul.

Já foram liberados pela Defesa Civil de Santa Catarina (DCSC) 285 cestas básicas, 363 colchões, 303 kits de acomodação, 316 kits de higiene, 257 kits de limpeza e cinco rolos de lona. Os itens de assistência humanitária foram entregues nesta quinta-feira (10) par as famílias atingidas no município do Sul do Estado. A entrega segue durante a sexta-feira (11) com uma grande operação de logística que conta com o apoio do Ministério Público de Santa Catarina.

Confira o relatório operacional na íntegra:

Entrega de colchões no município de Pescaria Brava. Foto: Divulgação.

Todos os trabalhos estão sendo acompanhados de perto pelo Governador Carlos Moisés e pelo chefe da DCSC, David Busarello. Para apoiar os municípios sete coordenadorias regionais da DCSC estão mobilizadas e com toda estrutura em campo. “Estamos dando todo o suporte e apoio aos municípios e temos a orientação do Governador Moisés de não medir esforços para proporcionar uma resposta rápida as famílias atingidas”, comentou Busarello. O chefe da DCSC destaca que devido aos altos acumulados registrados nos últimos dias a DCSC emitiu aviso para o risco de deslizamentos para 28 cidades catarinenses, sendo Canelinha com alerta máximo, Tubarão e Camboriú em Alerta.

Orientações da Defesa Civil

A Defesa Civil de Santa Catarina (DCSC) destaca que a população deve ficar atenta ao aparecimento de fendas, depressões no terreno, rachaduras nas paredes das casas, inclinação de árvores e postes e o surgimento de minas d’água. Estes sinais indicam o risco de deslizamento. Caso alguma situação seja verificada a Defesa Civil municipal deve ser acionada imediatamente.

Em caso de chuva intensa a recomendação é buscar abrigo em local seguro e evitar transitar por áreas alagadas. As emergências são atendidas pelas defesas civis municipais através do telefone 199, e pelo Corpo de Bombeiros que pode ser acionado pelo telefone 193.

Todos os avisos e alertas estão disponíveis no site, mídias sociais da DCSC e através de mensagens SMS. Para receber esses alertas basta enviar uma mensagem de texto para o número 40199 contendo no corpo do texto apenas o Código de Endereçamento Postal (CEP) do local que deseja ser monitorado.