Boletim aponta previsão de agravamento da estiagem

O Governo do Estado, através da Defesa Civil de Santa Catarina (DCSC) e da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE), divulgou mais uma edição do Boletim Hidrometeorológico Integrado. O objetivo é compartilhar informações das condições hidrológicas dos rios e os impactos no abastecimento dos municípios catarinenses.

De acordo com o documento no mês de junho foram observados acumulados mais expressivos entre o Baixo e Médio Vale do Itajaí, Grande Florianópolis e Litoral Sul, resultado dos episódios de chuva volumosa na faixa litorânea de Santa Catarina. Os acumulados ficaram acima de 300 milímetros (mm) e pontuais acima dos 400 mm na Grande Florianópolis, com destaque para a cidade de Antônio Carlos com 411 mm. Já nas demais regiões do Estado, entre o Litoral Norte, Planalto Norte, Planalto Sul e porção oeste os acumulados ficaram, no geral, entre 120 e 250 mm.

Em contraste com a maior parte do Estado foram observadas anomalias negativas especialmente no Oeste, Meio Oeste, Planalto Sul e Serra. Isso demonstra que a chuva nos primeiros quinze dias de junho ocorreram de forma bastante concentrada em poucos dias.

O Boletim aponta que foi observado o enfraquecimento das condições de estiagem e uma melhoria no abastecimento dos municípios. Entretanto existe a possibilidade de agravamento caso as chuvas sejam abaixo da média meteorológica, situação que está sendo prevista. Com este quadro a DCSC reforça a necessidade do uso racional da água.

Confira o Boletim Hidrometeorológico Integrado na íntegra: