Estiagem persiste segundo novo Boletim Hidrometeorológico

O Governo do Estado, através da Defesa civil de Santa Catarina (DCSC) e da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE), divulgou mais uma edição do Boletim Hidrometeorológico Integrado. O Boletim busca compartilhar informações sobre as condições hidrológicas dos rios catarinenses e os impactos no abastecimento nos municípios.

De acordo com o documento, no mês de abril a chuva foi escassa em Santa Catarina. Os acumulados seguiram baixos na maior parte do Estado e não chegaram aos 50 milímetros nas regiões do Extremo Oeste, Oeste, Meio Oeste, Planaltos, Alto e Médio Vale do Itajaí com exceção das localidades mais próximas ao Litoral. Por outro lado, devido a circulação marítima, no Litoral e áreas próximas os volumes de chuva registrados foram mais elevados.

É necessário destacar a irregularidade da chuva na maior parte do Estado. No Extremo Oeste, Oeste, Meio Oeste, Planaltos (com exceção das regiões mais próximas ao Litoral), Alto e Médio Vale do Itajaí foram de 16 a 21 dias sem registro. Já o em parte do Litoral Sul e Grande Florianópolis a precipitação ficou de 20 a 60 milímetros acima da média climatológica para o mês de abril.

O Boletim destaca a continuidade e a tendência de agravamento da estiagem em Santa Catarina”, ressaltou o chefe da DCSC, Alexandre Waltrick. Segundo ele, isso se deve aos baixos volumes de chuva registrados nos últimos dois meses.

Atualmente 33% dos municípios catarinenses estão em estado de atenção em relação ao comprometimento do abastecimento, quatro por cento (4%) em alerta e quatro por cento (4%) em estado crítico.

A DCSC recomenda que sejam mantidas as ações de mobilizações e medidas de mitigação para reduzir os impactos da estiagem. Da mesma forma, orienta a população para o uso racional e consciente da água.

Confira o Boletim na íntegra:

Mapa da estiagem em Santa Catarina.

Dicas de economia

  • Evite banhos demorados.
  • Mantenha a torneira fechada ao fazer a barba e ao escovar os dentes.

  • Limpe bem os restos de comida e jogue no lixo antes de lavar os pratos e panelas.

  • Adote o hábito de usar a vassoura e não a mangueira, para limpar a calçada e o quintal de casa.

  • Não lave o carro durante a estiagem. Caso necessário utilize balde e pano em vez de mangueira.

  • Use regador para molhar as plantas.

  • Utilize a máquina de lavar somente quando estiver na capacidade total.

  • Mantenha a válvula de descarga regulada e conserte imediatamente vazamentos.